MALDADES COM CULTURA !  


A Prefeitura de Ilhabela concedeu, desde o ano de 2017, na praia do Curral, continuados alvarás para uma casa de eventos, Casa de Canoa, em circunstâncias duvidosas. Criamos, com a Família Napirei, proprietária do Hotel DPNY, uma ação popular por conta desses atos do ente público municipal, em trâmite junto ao Fórum de Ilhabela, que após passou a criar diversas atividades próximas ao Hotel DPNY e a residência de seus proprietários. Como já tentamos explicar em nossa campanha social principal: existem, infelizmente, muitas maldades que criam dificuldades para a vida de muitas pessoas, empresas e instituições. Aqui temos um exemplo atual: o bairro Curral é pequeno, possui poucos moradores e uma praia maravilhosa, cheia de natureza, com restaurantes, pousadas e o Hotel DPNY, que possui um conceito de bem estar, silêncio e romantismo. E nós temos sofrido com ações desequilibradas, desajustadas e mal planejadas, por parte da secretaria de cultura de Ilhabela, se iniciando com um evento no acesso público da praia do Curral, no ano de 2018, absolutamente inadequado, sem público ou qualquer sentido para sua existência, que somente perturbou todo o bairro, e especialmente o Hotel DPNY. No ano de 2019, na temporada alta, o secretário municipal de cultura de Ilhabela, o advogado Adalberto Henrique da Silva Lopes, instalou um palco gigantesco, que ocupou aproximadamente 20% da praia do Veloso, se posicionou na metade da praia para a direção da praia do Curral e durante 10 dias causou uma perturbação de sossego imensa, novamente, sem público. Nós reclamamos esses fatos em nossas comunicações e também dentro da internet em alguns sites e, na última sexta-feira, 29/03/2019, a Prefeitura de Ilhabela, uma vez mais, iniciou um evento da secretaria da cultura no antigo posto de saúde do Bairro Curral, antiga Casa do Idoso, tendo o prestigiado Hotel DPNY e a residência da Família Napirei, diretamente vizinha a 5 metros do local, causando um barulho enorme, com música muito alta e diversos instrumentos de percussão, que teve início às 17h e perdurou até às 21h, prejudicando os nossos hóspedes (que realizaram check-in na sexta-feira) e também a Família Napirei, num evento totalmente inadequado, sem demanda, num local sem proteção, completamente na avenida principal (estrada SP55), perigoso para crianças porque diretamente na rua, com perigo de acidentes fatais, sem estrutura, acústica ou qualquer organização, somente no intuito de prejudicar, uma maldade típica que já vivenciamos outras vezes, mas que não nos impede de  continuar o nosso trabalho de mais de 20 anos, sem pedir qualquer privilégio e tão somente contando  e acreditando na Justiça, também nesse caso. Infelizmente, temos sofrido represálias por conta do apoio político declarado nas últimas eleições aos candidatos e agora governador do estado de São Paulo, João Dória, e presidente da república Jair Bolsonaro. Mas permanecemos cheios de esperança num município futuro que tenha respeito, ética e profissionalismo para com todos.

 

WhatsApp

Excelência
Consciência, Atenção, Honestidade, Transparência, Democracia, Respeito, Liberdade e Justiça.

Questão Humana
Queridos leitores, mais uma coisa. Vamos nos perguntar por que é tão difícil, para muitas pessoas, perdoar ou pedir desculpas. É muito mais difícil ainda nós nos perdoarmos. Esse é um passo muito importante para um espírito aberto e consciente. Perdoe-se! Olhem as circunstâncias. Talvez você estava inconsciente ou com qualquer efeito disso, resultando numa ação ruim, mas isso já é passado. Não estamos falando de crimes ou intenções negativas, porque esses vocês irão pagar com dor e sofrimento. Mas, em outros pontos de vista, perdoem-se! Peçam desculpas para si mesmos e para os outros! Admitir um erro é sempre uma boa maneira de deter um outro erro. Prá frente com excelência!

Participe

Cartas Abertas cadastre-se: