Excelência

Consciência, Atenção, Honestidade, Transparência, Democracia, Respeito, Liberdade, Justiça,
Igualdade independente de pobre ou rico!



Carta Aberta

UMA VISÃO PARA O BRASIL!

Nós, da DPNY, sempre defendemos interesses da região e do Brasil, e isto não ocorre somente com nossas cartas abertas, mas em campanhas permanentes que realizamos em diversos outros países, pois somos defensores do Brasil e permaneceremos tentando ativar investimentos em interesse de outros para a nossa região.

Esta costa compreendida entre Barra da Tijuca (RJ) e Guarujá (SP), é considerada uma das mais belas do mundo, do ponto de vista natureza oceânica.

A indústria de turismo é uma das maiores do mundo, e aqui no Brasil algumas “personalidades” como: ex-presidente da Transpetro, Sr. Sérgio Machado, alguns políticos e outros, entendem que somente negócios e energias antigos possuem o direito de desenvolvimento. Este estacionamento gigantesco para navios com pontos de âncora em toda costa sul e todas essas indústrias de petroleiros não possuem futuro a longo prazo. É necessário criar um conceito para que essas indústrias saiam da região entre a Barra da Tijuca (RJ) e Guarujá(SP).

É hora de decidir e planejar a desativação dessas indústrias. E isto não precisa ser realizado imediatamente, mas com planejamento, num prazo entre 10 e 30 anos.

Existem outras possibilidades, em outras regiões, e offshore terminals, energia eólica, energia solar, carros elétricos, robótica, biotecnologia, dentre outras...

Nós sugerimos criar uma nova costa, uma fonte de impostos e geradora de empregos e investimentos, não somente costa verde ou litoral norte de São Paulo, ou algumas outras denominações de costas que políticos da região já criaram e que não produziram resultados efetivamente satisfatórios. Criem algo grandioso, inteligente, sustentável, com um máster plano, e um conceito de marketing mundial, ..., com um logotipo maravilhoso, por exemplo:
Brasileiros, europeus, americanos, chineses, russos, argentinos, chilenos, peruanos, e muitos outros, ..., todos virão para cá, porque esta é uma das melhores regiões de natureza e oceano do mundo, com uma possibilidade imensa de produzir empregos e receitas sustentáveis o ano inteiro.

Isto é somente um exemplo de projeto para o Brasil, para o Ministério do Turismo e Prefeitos, visando um futuro melhor, apenas uma referência de que é necessário motivar para “ensinar os nossos políticos a pensar em prol do nosso país” e não somente nos silenciarmos com essas ações que eles, com o ex-presidente do Brasil Luis Inácio Lula da Silva (que firmou um decreto no ano de 2007) e o ex-presidente da Transpetro Sr. Sérgio Machado, desenvolveram em São Sebastião/SP, como a criação de um estacionamento gigantesco para navios com pontos de âncora em toda costa sul. Isto é inepto! (Alguns pontos de fundeio com uma considerável distância da costa é aceitável e não acarreta prejuízo).

São Sebastião precisa de um porto, mas um porto sustentável, e estes movimentos gigantescos são necessários se deslocar para outras regiões onde não se tenha a possibilidade de criação de uma indústria cheia de beleza e turismo com frutos enormes para as nossas gerações futuras.


WhatsApp

Excelência
Consciência, Atenção, Honestidade, Transparência, Democracia, Respeito, Liberdade, Justiça e Igualdade.

Questão Humana
Queridos leitores, mais uma coisa. Vamos nos perguntar por que é tão difícil, para muitas pessoas, perdoar ou pedir desculpas. É muito mais difícil ainda nós nos perdoarmos. Esse é um passo muito importante para um espírito aberto e consciente. Perdoe-se! Olhem as circunstâncias. Talvez você estava inconsciente ou com qualquer efeito disso, resultando numa ação ruim, mas isso já é passado. Não estamos falando de crimes ou intenções negativas, porque esses vocês irão pagar com dor e sofrimento. Mas, em outros pontos de vista, perdoem-se! Peçam desculpas para si mesmos e para os outros! Admitir um erro é sempre uma boa maneira de deter um outro erro. Prá frente com excelência!

Futuro Próximo

Participe

Cartas Abertas cadastre-se: